Equinácea contra a gripe
Postada em: 16/09/2007
Fonte: Isto é 06/08/2007

Um estudo americano divulgado na última semana acaba de confirmar que a equinácea, planta originária da América do Norte, é de fato um potente medicamento contra infecções virais como gripe e resfriados. Dados da pesquisa, realizada por cientistas da Universidade de Connecticut, nos Estados Unidos, mostraram que a erva pode reduzir em até 58% as chances de se contrair uma gripe, por exemplo. A planta também diminuiu o tempo de duração de um resfriado em 1,4 dia. Os autores concluíram ainda que, se ingerida preventivamente, a equinácea pode reduzir em até 65% a incidência de infecções virais. Só contra os resfriados, a diminuição foi de 35%. “A equinácea se mostrou menos eficaz contra apenas um dos 200 vírus responsáveis por resfriados. Mas apresentou benefícios potentes contra todos os demais”, afirmou o professor Craig Coleman, um dos coordenadores do estudo. A conclusão da pesquisa foi publicada na última edição da revista científica The Lancet Infectious Diseases.

A equinácea é um dos fitoterápicos mais estudados e utilizados do mundo. Porém, seus efeitos medicinais nunca foram totalmente aceitos pela comunidade científica. Agora, com esse novo estudo, feito a partir da análise dos resultados dos 14 maiores trabalhos sobre as propriedades terapêuticas da planta, ficou validado cientificamente o que muitos acreditavam apenas por causa da sabedoria popular.

No trabalho, foi confirmado que a erva possui substâncias químicas como os polissacarídeos e a imulina, responsáveis pelo fortalecimento da atividade do sistema de defesa do organismo. “Essa ação leva o corpo a reagir contra microorganismos invasores como os causadores das infecções virais”, afirma a farmacêutica bioquímica Célia Regina Von Linsingen, da Herbarium, empresa especializada em produtos fitoterápicos. Segundo ela, existem nove tipos de equinácea, mas apenas três – a echinacea angustifolia, a purpurea e a pallida –, possuem os mesmos constituintes químicos, concentrados principalmente na raiz. Existem atualmente mais de 800 remédios à venda a base de equinácea. No Brasil, o produto é comercializado apenas em cápsulas e só pode ser comprado com receita médica.



Retornar à Área de Notícias