‘Sal demais é saúde de menos’
Postada em: 23/06/2010
Fonte: JORNAL DA TARDE – SP

Cortar o sal da alimentação é o primeiro passo para quem está de olho na pressão. Alimentos industrializados, conservas e bebidas alcoólicas também devem ser cortados da dieta dos hipertensos.

A dieta pobre em sódio, principal elemento do sal de cozinha, por exemplo, ajuda a diminuir a pressão arterial. Os benefícios podem ser ampliados com uma dieta rica em potássio, magnésio e cálcio, usados na chamada dieta Dash – Dietary Approaches to Stop Hypertension, em inglês, o que significa, métodos para combater a hipertensão por meio da dieta, em uma tradução livre.

Além de evitar alimentos salgados, o hipertenso deve comer mais frutas, legumes, verduras e cereais, evitando carnes vermelhas e açúcares.

Segundo a nutricionista Isabela Pimentel, do Hospital do Coração, não é apenas a restrição de um alimento que irá melhorar a saúde. “É preciso balancear o que se consome e conhecer qual deve ser a dose diária de sódio”, diz.

Segundo ela, uma pessoa hipertensa deve consumir apenas 2.400mg de sódio por dia, o que equivale a 6 gramas de sal de cozinha. “Como não podemos saber a quantidade de sal nos produtos industrializados ou nos alimentos preparados no restaurante, é importante que a pessoa perca o hábito de usar o sal à mesa”, explica Isabela. Ela afirma ainda que é preciso adaptar e treinar o paladar para reconhecer o excesso de sal na comida. “Sal demais é igual a saúde de menos”, afirma.


Retornar à Área de Notícias